Crítica | Guardiões da Galáxia Vol. 2

Por Bruna Elias 06/05/2017 - 14:30 hs

Guardiões da Galáxia Vol. 2 é uma viagem aos anos 80, são inúmeras referências a década que marcou a adolescência de muitas pessoas, começando pela trilha sonora maravilhosa.

Novamente com a direção de James Gunn, o filme envolve e diverte o público do início ao fim, aprofundando muito mais a história de cada personagem, diferente do primeiro longa-metragem, que focou mais no coletivo.

A trama se passa seis meses depois dos acontecimentos do primeiro filme, dando sequência as aventuras da equipe, que lutam para manter sua recém família unida, enquanto descobrem os mistérios sobre o verdadeiro pai de Peter Quill (Chris Pratt).

Pode-se dizer que o maior acerto de Guardiões da Galáxia Vol. 2 foi repetir a estratégia do primeiro filme, exaltando a carisma e o bom humor dos personagens, enaltecendo o lado emocional de cada um, principalmente, do protagonista.

O trabalho de arte, efeitos visuais, cenário e figurino dos personagens é o ápice do filme. Tudo impecável. As cores de cada cena se encaixam perfeitamente, dando um verdadeiro show de imagens.

Compõem o elenco de Guardiões da Galáxia Vol 2: Zoe Saldana, Dave Bautista, Vin Diesel, Bradley Cooper, Kurt Russell, entre outros.