Gaeco prende presidente e oito pessoas ligadas a Multiplicando Talentos, em Criciúma

Grupo começou a operação nesta manhã de quinta-feira

Por Rafaela Custódio 27/07/2017 - 12:32 hs

Gaeco prende presidente e oito pessoas ligadas a Multiplicando Talentos, em Criciúma
Foto: Rafaela Custódio

Na manhã desta quinta-feira (27) o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) está em operação em Criciúma. A investigação acontece na Multiplicando Talentos, que fica no bairro Santa Barbara.  

No início da manhã o presidente da instituição foi preso preventivamente. Além dele oito pessoas tiveram decretada sua prisão.

O Grupo Especial esteve no local e de lá retirou documentos, computadores. A investigação foi promovida pela 11ª Promotoria de Justiça de Criciúma, e teve início em 2015 após um ex-funcionário da Multiplicando Talentos colaborar com depoimentos.

As investigações indicam que pagamentos efetuados pela Multiplicando Talentos a empresas que prestavam serviços aos Caseps e Casas de Semiliberdade voltavam para as contas pessoais do presidente da instituição. Estima-se que os cofres públicos sofreram prejuízos de aproximadamente R$ 1,5 milhão.

Coletiva de Imprensa

As informações detalhadas serão repassadas nesta sexta-feira (28), às 11h, no Fórum de Criciúma.