Metalúrgicos de Criciúma e região em estado de greve

Nesta segunda-feira, os trabalhadores voltam a se reunir em assembleia

Por Redação Agora na Cidade 07/08/2017 - 17:16 hs

Metalúrgicos de Criciúma e região em estado de greve
Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira, às 19h, os trabalhadores da indústria metalúrgica de Criciúma e região se reúnem no Sindicato dos Metalúrgicos em Criciúma, e dependendo do resultado da proposta oferecida pelos patrões, pode-se iniciar uma greve geral.

Na última votação, no dia 27 de julho, a categoria rejeitou a proposta do sindicato patronal de 2,6% do INPC do período. Desde então, os trabalhadores estão em estado de greve.

Eles reivindicam 2,6% da inflação e 3% de aumento real. Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos de Criciúma e Região (Sinmetal), Francisco Pedro dos Santos, uma nova proposta foi feita pelos patrões na última sexta-feira. "O avanço foi muito pouco em relação às reivindicações da categoria. Eles decidirão se aceitam ou param as atividades", destaca.

A região conta com 1,4 mil trabalhadores atuando nas seis maiores metalúrgicas de médio a grande porte em Criciúma, Araranguá e Cocal do Sul.