Prefeito interino Ricardo Fabris toma posse em Criciúma

Solenidade de posse foi realizada na tarde desta sexta-feira (25), na sede da Administração Municipal

Por Redação Agora na Cidade 26/08/2017 - 08:23 hs

Prefeito interino Ricardo Fabris toma posse em Criciúma
Foto: Jhulian Pereira

Durante os próximos 10 dias, a Prefeitura de Criciúma será administrada pelo prefeito interino Ricardo Fabris. O novo chefe do Poder Executivo tomou posse nesta sexta-feira (25), em solenidade realizada na sede da Administração Municipal, no bairro Ceará. O prefeito licenciado de Criciúma, Clésio Salvaro, retorna ao cargo no dia 4 de setembro.

Emocionado e acompanhado de familiares e autoridades políticas, Fabris prometeu comprometimento à frente da Prefeitura de Criciúma. “A máquina pública não vai parar durante os próximos dias. Serão 10 dias de muita responsabilidade e comprometimento com os criciumenses”, destaca.

Para Salvaro, a maior cidade do Sul de Santa Catarina está em boas mãos. “Eu sei o quanto o Ricardo Fabris ama a cidade de Criciúma. Ele irá valorizar todos os criciumenses nesses 10 dias à frente da Administração Municipal. Irei me ausentar, mas tenho certeza que o município está em boas mãos”, afirma.

A cerimônia de posse foi prestigiada por deputados estaduais e federais, vereadores, secretários da Prefeitura de Criciúma, prefeitos de municípios da Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), entre outras autoridades.

Primeiro ato à frente do Poder Executivo 

Em seu primeiro ato à frente da Prefeitura de Criciúma, Fabris firmou convênio com o Banco do Brasil. A iniciativa permite que os contribuintes com débitos junto à Administração Municipal quitem suas dívidas na entidade financeira. “Os contribuintes terão mais uma opção para realizar o pagamento. É uma parceria que evita riscos, já que os cidadãos tiravam dinheiro de um banco para pagar em outra entidade financeira”, explica o prefeito interino.

De acordo com o secretário municipal da Fazenda, Robson Gotuzzo, o Governo de Criciúma obtinha um convênio de exclusividade com a Caixa Econômica Federal. “Com o convênio firmado nesta sexta-feira, os contribuintes terão outros meios para quitar dívidas. No Banco do Brasil, as pagamentos iniciam na próxima quarta-feira”, ressalta.