Grizzo projeta estreia na Copa do Brasil: “Não podemos mudar nossa vontade e dedicação”

Criciúma e São Caetano se enfrentam nesta quarta-feira (7)

Por Rafaela Custódio 06/02/2018 - 14:11 hs

Grizzo projeta estreia na Copa do Brasil: “Não podemos mudar nossa vontade e dedicação”
Foto: Fernando Ribeiro / Criciúma E.C.

O Criciúma muda de foco e campeonato nesta quarta-feira (7), isso porque estreia na Copa do Brasil, diante do São Caetano, às 19h30, no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano do Sul (SP). 

Para o confronto, o técnico Grizzo mexe na equipe. O zagueiro Sandro volta a ser titular após desfalcar o Criciúma em dois jogos com uma lesão na coxa. Além da defesa, o comandante carvoeiro troca no meio-campo: Alex Maranhão foi substituído por Jean Mangabeira. 

“O Jean Mangabeira tem um poder de marcação maior, é um volante que fica mais posicionado e adiantamos o Barreto pelo lado esquerdo e o Douglas Moreira pelo direito, fizemos um losango com o Elvis e dois atacantes, Maílson e o João Paulo. Praticamente um 4-4-2 e isso dá um pouquinho mais de proteção defensiva e liberdade para os laterais”, explicou o técnico.

“O campeonato é de jogos quarta e domingo, têm viagens, enfim, a gente procura fazer o possível para treinar finalizações com alguns e dá volume de treino para pegar o peso da bola que é diferente também. Muda a bola, esquema, competição, mas não podemos mudar nossa vontade e dedicação e a busca pelo acerto e pela vitória. Temos que buscar”, afirmou Grizzo. 

O jogo diante do São Caetano é a uma estreia, mas para o elenco tricolor é tratado como uma decisão de campeonato. “É um jogo para recuperação da autoestima, da motivação. Vamos encarar como um jogo que pode mudar o rumo da nossa recuperação”, observou. 

A primeira fase da competição é disputada em jogo único, sendo que o visitante tem vantagem do empate devido a melhor colocação no Ranking Nacional de Clubes (RNC). No caso, o Criciúma entrará em campo precisando manter o placar igual para confirmar a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil. 

Por estar com a vantagem de dois resultados, a vitória e o empate, Grizzo modificou a equipe, mas segundo o técnico ele tem confiança no grupo.  “A formação inicial com o Jean (Mangabeira) para solidificar mais um pouco a parte defensiva e esperamos que dê certo. Tenho muita confiança nessa formação. Já trabalhamos, conversamos, chamei alguns jogadores para conversar particularmente, porque não temos tempo para treinar e posicionar”, alegou.

O Tigre deve ir a campo com: Luiz; Carlos Eduardo, Sandro, Nino e Andrew; Barreto, Jean Mangabeira, Douglas Moreira e Élvis; Mailson e João Paulo.

Estatísticas

O Criciúma não tem um histórico favorável diante do São Caetano. As equipes já se enfrentaram em 16 jogos. O Tigre venceu três, empatou três e perdeu dez vezes. Marcou 15 gols e sofreu 32.