Argel chega ao Criciúma afastando status de “salvador” e pedindo mobilização da cidade

Treinador foi apresentado oficialmente na manhã desta sexta-feira (23)

Por Eduardo Madeira 23/02/2018 - 11:44 hs

Argel chega ao Criciúma afastando status de “salvador” e pedindo mobilização da cidade
Foto: Mateus Mastella

Argel Fucks chegou. Tão aguardado pela torcida do Criciúma, o treinador foi apresentado para sua terceira passagem na sala de imprensa Clésio Búrigo, no estádio Heriberto Hülse, na manhã desta sexta-feira (23), e afastou qualquer estigma de “salvador”. Logo na apresentação, ele pediu o apoio da cidade e o retorno do torcedor.

“Eu não sou salvador. Ninguém trabalha sozinho. Precisamos de uma recuperação rápida, com trabalho e dedicação. Era um desejo meu voltar a trabalhar no Criciúma. Estou aqui porque gosto, tenho carinho grande pelo Tigrão. Tenho uma sintonia muito forte aqui. Quando voltamos, passa o filme de 2010, passa o filme de 2013. Essa é a receita: nos abraçar, a imprensa ajudar o clube, o torcedor pegar sua bandeira e a camisa e vir ao jogo”, afirmou Argel.

O novo treinador ainda estipulou uma meta ousada para a torcida do Criciúma no primeiro jogo dele – no domingo (25), às 17h, contra o Figueirense: levar um público de 10 mil pessoas. “O Tigre não pode colocar 3 mil pessoas. No mínimo precisamos de dez mil pessoas. A cidade já está mobilizada”, observou.

Como forma de mobilizar a torcida, Argel já anunciou que o treino da tarde de sábado (24) será no estádio Heriberto Hülse, com portões abertos para os carvoeiros. O treinador ainda pediu voto de confiança ao time, o qual entende que pode jogar mais.

Bombeiro

Argel brincou também sobre a estigma de ser “bombeiro”. O treinador ficou marcado por ser chamado sempre que um time está em situação ruim, caso atual do Criciúma, vice lanterna do Campeonato Catarinense e eliminado na Copa do Brasil. "Não fico chateado quando me chamam de 'bombeiro'. Bombeiro é uma profissão espetacular, a cara salva vidas. E treinador nunca é contratado quando o time está bem", contou.

O novo comandante carvoeiro chegou com o intuito de trabalhar, mas pediu o torcedor ao lado. Porém, Argel avisou: o primeiro objetivo é sair da zona de rebaixamento. “Não vamos iludir o torcedor”, resumiu.

O primeiro treinamento de Argel no Tigre será na tarde desta sexta, no CT. A estreia no estadual, se tudo transcorrer normalmente, inclusive com o registro no Boletim Informativo Diário da CBF, será no domingo, diante do Figueirense, pela 10ª rodada.