Argel é expulso na estreia e Criciúma perde para Figueirense

Com a derrota, Tigre permanece na zona de rebaixamento

Por Redação 25/02/2018 - 19:01 hs

O Criciúma voltou a decepcionar o seu torcedor neste domingo (25). Desta vez contra o Figueirense, na estreia do técnico Argel - que foi expulso com menos de 30 minutos. No estádio Heriberto Hülse, o time carvoeiro perdeu por 1 a 0. O gol da partida foi marcado por João Paulo.

Primeiro tempo

Os torcedores do Criciúma ainda estavam comemorando a estreia do técnico Argel Fucks, quando aos 58 segundos, o Figueirense abriu o placar. Douglas Moreira perdeu a bola no meio-campo e o lateral alvinegro cruzou, a zaga afastou mal e a bola sobrou João Paulo, que chutou forte, sem chances para o goleiro Luiz. 

Aos 4 minutos, Henan quase ampliou. O atacante recebeu em profundidade e tentou encobrir Luiz, mas a bola saiu pela linha de fundo. 

A primeira boa oportunidade do Tigre veio aos 8 minutos. Elvis cobrou falta e o zagueiro Sandro cabeceou a bola, mas parou em Denis, que fez a defesa. 

O Criciúma voltou a assustar os visitantes aos 19. Elvis cobrou tiro de canto e Nino cabeceou, a bola passou próximo ao poste direito do arqueiro Denis.

Por volta dos 30 minutos, o Tigre perdeu o técnico Argel Fucks. O estreante reclamou demais da arbitragem de Rodrigo D'Alonso e foi expulso. 

A primeira boa troca de passes do time carvoeiro resultou num chute de Barreto. Após Carlos Eduardo cruzar e João Paulo receber na área e tocar para o volante, ele arriscou um chute da meia-lua, mas a bola passou longe do gol. 

A última chance do Tigre no primeiro tempo foi de Eltinho. Depois de Elvis cobrar falta na barreira, o lateral-esquerdo arriscou o chute e a bola passou perto do gol de Denis. 

Segundo tempo 

O Criciúma voltou diferente para etapa final. Saíram Douglas Moreira e Elvis e entraram Alex Maranhão e Lucas Coelho.

Os donos da casa assustaram o Figueirense aos 2 minutos. Alex Maranhão cobrou falta rasteiro, a bola passou por baixo da barreira e assustou o goleiro Denis.

O Figueirense teve um gol mal anulado pelo assistente da partida. Diego Renan cruzou e Henan empurrou para o fundo das redes, mas o lance não valeu. 

Aos 10 minutos, o Criciúma teve uma sequência de escanteios cobradas por Alex Maranhão. Na terceira cobrança, o meia bateu direto no gol e quase marcou. O goleiro tirou com as pontas dos dedos e a bola sobrou para João Paulo, que sozinho perdeu o gol. Quatro minutos mais tarde, Alex Maranhão novamente cobrou tiro de canto e, desta vez, Nino cabeceou, porém, a bola saiu pela linha de fundo. 

O time carvoeiro chegava ao gol adversário nas bolas paradas. Aos 23, Alex Maranhão bateu falta na área, a defesa afastou mal e a bola sobrou para Eltinho, que arriscou um chute de fora da área, entretanto, subiu demais. 

A última substituição dos donos da casa veio aos 32. Deixou o gramado Barreto e entrou Luiz Fernando. 

O Tigre voltou assustar aos 39. João Paulo recebeu próximo à entrada da área e arriscou um chute, porém, o goleiro Denis fez uma grande defesa. 

Com a derrota para o Figueirense, o Criciúma continua na penúltima colocação com nove pontos. Próximo adversário é o Concórdia, longe de casa.