Em Criciúma, governador Eduardo Pinho Moreira recebe pleitos para a região Sul

Reunião aconteceu na noite desta quarta-feira (28) na Acic

Por Redação 01/03/2018 - 08:16 hs

Em Criciúma, governador Eduardo Pinho Moreira recebe pleitos para a região Sul
Fotos: James Tavares/Secom

O governador Eduardo Pinho Moreira participou na noite desta quarta-feira, 28, na Associação Empresarial de Criciúma (Acic), em Criciúma, no Sul do Estado, da reunião Plenária Extremo Sul da Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc). Recebeu dos presidentes, diretores e executivos das entidades empresariais, além de prefeitos e demais empresários, um documento chamado Pacto pelo Sul, que visa reivindicar as prioridades da região.

“Todas as associações empresariais da região Sul estiveram presentes e elencaram pleitos coletivos para o desenvolvimento da região em vários setores. São bastante consistentes e necessários. Muitos estão em andamento, uns serão atendidos e outros serão discutidos”, disse o governador.

Dentre as principais solicitações foram citadas a construção do Centro de Inovação, a estadualização do Hospital Materno Infantil Santa Catarina e a criação da Região Metropolitana Carbonífera. Outras reivindicações como a revitalização da SC-445, que liga a BR-101 a Criciúma e Içara, já estão em andamento, assim como a Serra do Corvo Branco e a Rodovia Ivane Fretta Moreira.

Pacto pelo Sul

O documento consiste em um projeto voltado à qualidade de vida e desenvolvimento da região Sul e Extremo Sul pautado sobre os eixos de Educação, Saúde, Inovação e Infraestrutura.

O documento elaborado pelas Associações dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), do Extremo Sul Catarinense (Amesc) e da Região de Laguna (Amurel), em parceria com a Facisc, pretende qualificar condições para educação em todos os níveis, estimular o ambiente de inovação e criar pontos de convergência, garantir a longevidade da população e condições adequadas de vida, além de desenvolver condições logísticas adequadas para o crescimento econômico.