Criciúma atropela Concórdia e deixa a zona de rebaixamento

Tigre venceu por 5 a 2 e subiu para a 7ª posição do Campeonato Catarinense

Por Eduardo Madeira 03/03/2018 - 21:02 hs

Criciúma atropela Concórdia e deixa a zona de rebaixamento
Foto: Divulgação/Concórdia

Mesmo sem ter a presença do técnico Argel Fucks, suspenso, Criciúma não tomou conhecimento do Concórdia em pleno Domingos Lima e atropelou o Galo do Oeste na noite deste sábado (3). O Tigre anotou quatro gols em menos de meia hora de jogo e encerrou a partida com uma impiedosa goleada por 5 a 2 na partida válida pela 11ª rodada do Campeonato Catarinense, deixando a zona de rebaixamento.

Agora em 7º, com 12 pontos, o Tigre foca atenções em mais uma partida como visitante. Na quarta (7), às 21h45, o time treinado por Argel Fucks encara a Chapecoense, na Arena Condá.

Primeiro tempo

A partida no Domingos Lima já começou fora do horário normal. Problemas na iluminação do estádio fizeram com que o jogo iniciasse com 14 minutos de atraso.

Com bola rolando, primeira chegada do Galo do Oeste. Zeca avançou pela esquerda e cruzou. Paulinho, na pequena área, mandou fora do gol de Luiz.

O Criciúma respondeu em estilo avassalador e abriu boa vantagem em menos de 20 minutos. Aos 8, após jogada de Maílson e Lucas Coelho, Douglas Moreira arrematou de pé direito, sem chances para Carlão, colocando o Tigre em vantagem.

Aos 11, veio o segundo. Élvis cobrou falta na área, Carlão saiu mal e Sandro desviou de cabeça para o gol, ampliando para o Criciúma.

Três minutos depois, Maílson invadiu a grande área e foi derrubado por Júnior Sergipano. O árbitro Bráulio da Silva Machado não pestanejou e assinalou o pênalti. Élvis deslocou Carlão na cobrança e ampliou o placar para 3 a 0.

Já aos 24, João Paulo cobrou falta, acertou o travessão de Carlão e, no rebote, Lucas Coelho empurrou de cabeça para o gol, abrindo um surpreendente 4 a 0 em menos de meia hora de bola rolando.

O gol de honra do Concórdia saiu aos 29. Gelson foi à linha de fundo e achou Paulinho, que deslocou Luiz e fez o primeiro do Galo do Oeste.

Dois minutos depois, o time da casa avançou pela direita e Aldair finalizou com perigo. Luiz foi obrigado a trabalhar e fez importante defesa.

Nos instantes finais da primeira etapa, Lucas Coelho avançou, deixou Élvis perto do gol e só não marcou porque a zaga salvou antes que a bola entrasse.

Segundo tempo

Na etapa final, o Criciúma manteve o ritmo e na primeira chegada, o estreante Sueliton foi ao fundo e tocou para Maílson, que arrematou para fora.

Aos 9, veio o quinto do Criciúma. Maílson foi lançado por Elvis e venceu o goleiro Carlão na finalização, abrindo 5 a 1 para o Tigre.

O Concórdia respondeu dois minutos depois. Paulinho escorou para Gabriel, que arrematou para fora da meta de Luiz.

O Concórdia descontou aos 23. Em cobrança de pênalti, Gelson marcou e diminuiu a vantagem carvoeira para três gols.

Alex Maranhão, que entrou em campo na vaga de Élvis aos 29, teve a primeira chance aos 32, mas finalizou sobre o gol. Foi a última chance do confronto.

Com o 5 a 2, o Criciúma ultrapassou Hercílio Luz e o próprio Concórdia e chegou à 7ª colocação, com 12 pontos. Na próxima rodada, na quarta (7), às 21h45, o Tigre enfrenta a Chapecoense, vice-líder do estadual, em Chapecó.