Publicidade
  • Morro da Fumaça, 21/07/2024
    • A +
    • A -

    Carro de motorista morto em Jaguaruna é encontrado em Morro da Fumaça

    Irmãos suspeitos de crimes brutais passaram por Morro da Fumaça, onde abandonaram veículo de taxista assassinado

    Fonte: Divulgação
    Carro de motorista morto em Jaguaruna é encontrado em Morro da Fumaça

    A Polícia Civil de Santa Catarina prendeu um homem suspeito de feminicídio ocorrido em Criciúma no dia 1º de junho. Outro suspeito foi morto em confronto na manhã do dia 19, em Caxias do Sul/RS. Ambos também são suspeitos de latrocínio de um taxista encontrado morto em Jaguaruna.

    Entenda o caso: Uma mulher foi brutalmente assassinada na noite do dia 1º de junho, no bairro Nossa Senhora da Salete, em Criciúma. Não houve testemunhas e a mulher não tinha desavenças anteriores conhecidas. Após investigações da DIC de Criciúma, os autores do feminicídio foram identificados como irmãos, de 28 e 21 anos, moradores de Içara. Ambos fugiram para o Rio Grande do Sul após o crime.

    No último sábado, dia 15, retornaram a Santa Catarina com a intenção de matar a namorada de um deles. Pegaram um táxi, mas decidiram roubar o taxista, que reagiu e foi morto pela dupla. O veículo do taxista, um Spin/Chev, foi abandonado por volta das 21:30h  nos fundos de um posto de gasolina na Rodovia Genesio Mazon, em Estação Cocal,  Morro da Fumaça, onde foi encontrado após acionamento do 190. O corpo do taxista foi localizado em Jaguaruna.

    As investigações indicavam que os suspeitos estavam escondidos novamente na região. Na segunda, dia 17, a equipe da DIC de Criciúma, com apoio dos policiais civis de Morro da Fumaça e do SAER, prendeu o suspeito de 28 anos em uma área rural de Cocal do Sul. O outro suspeito, de 21 anos, fugiu para o Rio Grande do Sul com a ajuda do pai.

    Os policiais da DIC e PCRS localizaram o paradeiro do fugitivo em Caxias do Sul/RS. Na terça-feira, dia 18, ele foi encontrado, mas fugiu armado para uma área de mata. Na madrugada e manhã do dia 19, policiais da DIC, com apoio da Agência de Inteligência da Serra da BMRS e do 4º Batalhão de Polícia de Choque, identificaram uma residência em Caxias do Sul onde o suspeito e seu pai estavam escondidos. Durante a abordagem, houve um confronto armado e ambos morreram. O suspeito preso permanece recluso no Presídio Regional de Criciúma.




    COMENTÁRIOS

    Buscar

    Alterar Local

    Anuncie Aqui

    Escolha abaixo onde deseja anunciar.

    Efetue o Login

    Recuperar Senha

    Baixe o Nosso Aplicativo!

    Tenha todas as novidades na palma da sua mão.