Jovens se despedem do Vinde e Vede 2018

Missa celebrada na manhã desta terça-feira (13) encerrou a 22ª edição do retiro

Por Redação 13/02/2018 - 19:55 hs

Jovens se despedem do Vinde e Vede 2018
Foto: Divulgação

Chegou ao fim, na manhã desta terça-feira (13), a 22ª edição do retiro Vinde e Vede. A Santa Missa celebrada pelo padre Cláudio Peters, e concelebrada pelo padre Joel Savi, encerrou o evento.

Desde o último sábado (10), aproximadamente mil jovens, entre participantes e equipes de trabalho, estiveram reunidos no Centro de Eventos José Ijair Conti. Durante os dias de retiro, quem esteve presente participou de momentos de pregações, missas, reflexão e animação.

O Vinde e Vede 2018 teve como tema “Retornai ao primeiro Amor” (Cf. Apo 2,4b). De acordo com a coordenadora da Renovação Carismática Católica de Criciúma, Dorilda Euzébio de Souza, o encontro tem algo diferente e que move todos os participantes. “Quando a gente entra aqui neste retiro percebe uma atmosfera transformada. É a presença de Deus que nós sentimos”, destaca.

A coordenadora nacional do Ministério Jovem, Daniele Almeida, esteve conduzindo momentos de oração e pregação durante o retiro. Pela primeira vez na Diocese de Criciúma, ela diz estar impressionada com o que viu. “Quando eu estava rezando, Deus me disse que faria muita coisa aqui. É bom demais ver tantos jovens buscando isso”, comenta.

Na idade mínima exigida para participar do retiro, que é de 14 anos, a jovem Rafaela Eduarda Garcia Amaral, natural de Blumenau, e que reside em Criciúma há três semanas, não pensou duas vezes em participar do Vinde e Vede. “Há muito tempo que eu queria participar. Muita gente falava que era um dos melhores retiros do estado e isso me despertou um desejo grande de estar aqui”, fala a adolescente.

A Santa Missa celebrada nesta manhã foi aberta ao público e contou com a presença de autoridades como o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro e sua esposa Adriana Salvaro, o prefeito de Morro da Fumaça, Noi Coral, e do vereador criciumense Salesio Lima. 

Colaboração: Fabrício Júnior / Ministério de Comunicação Social – RCC Criciúma