Nos pênaltis, Criciúma é eliminado em casa na Copa do Brasil

Tigre empatou por 1 a 1, mas levou a pior nas penalidades

Por Redação 21/02/2018 - 23:32 hs

Nos pênaltis, Criciúma é eliminado em casa na Copa do Brasil
Foto: Cario Marcelo / Criciúma E.C.

Fim da linha para o Criciúma na Copa do Brasil. O Tigre empatou por 1 a 1 com o Cianorte (PR) no Heriberto Hülse, na noite desta quarta-feira (21), e perdeu a vaga na terceira fase nos pênaltis.

Jogo

O Criciúma iniciou a partida no ataque e mostrando sua força para os visitantes. A primeira boa oportunidade do Tigre veio logo aos 4 minutos. Wallacer tocou para João Paulo, que entrou na área e chutou forte, mas a bola saiu pela linha de fundo. Aos 6, mais um susto para o goleiro João Gabriel. Em cobrança de falta de João Paulo, a bola passou perto do poste direito do arqueiro visitante.

O tricolor trocava bons passes no meio-campo e atacava o Cianorte, quando aos 12, os visitantes abriram o placar. Rafael Carrilho recebeu na meia-lua e chutou fraco, entretanto, o goleiro Luiz falhou e deixou a bola passar.

O Tigre quase empatou com Maílson, aos 21. O atacante recebeu em profundidade e tocou na saída do goleiro, porém, o chute saiu torto e não entrou na meta de João Gabriel.

Aos 31, o time carvoeiro empatou a partida. Após bom passe de Douglas Moreira para Maílson, o atacante carregou a bola, entrou na área, tirou do goleiro e chutou no lado esquerdo de João Gabriel.

Segundo tempo

As equipes voltaram com uma marcação mais forte no meio-campo na etapa final, com isso, o tricolor só chegou pela primeira vez ao gol adversário aos 11. Elvis tocou para João Paulo, que arriscou o chute. A bola passou próximo a trave direita de João Gabriel.

Aos 14, Barreto sofreu falta próxima a linha lateral. João Paulo cobrou, mas pegou fraco na bola e a defesa afastou.

Os donos da casa quase viraram com Elvis, aos 26. Wallacer tocou para o meio-campista, que entrou na área e bateu cruzado, mas a bola saiu pela linha de fundo.

A primeira substituição do técnico Grizzo foi aos 27. Deixou o confronto Barreto e entrou Alex Maranhão. A substituição quase fez efeito no primeiro toque na bola de Maranhão. O meia recebeu de João Paulo e chutou rasteiro no meio do gol, mas o arqueiro João Gabriel ficou com a bola. No lance seguinte, Douglas Moreira recebeu na meia-lua e arriscou o chute, porém, a bola subiu demais e saiu.

O técnico Grizzo fez a segunda substituição aos 31. Entrou Luiz Fernando e saiu Eltinho.

O Tigre voltou assustar com Alex Maranhão. O meia recebeu em profundidade, entrou na área e chutou cruzado, mas novamente a bola saiu pela linha de fundo.

A última substituição do Criciúma foi aos 37. Deixou o gramado Christian e entrou Carlos Eduardo.

O Criciúma perdeu uma chance inacreditável no fim do jogo. Após cobrança de escanteio, Elvis chutou, o goleiro João Gabriel deu rebote, a bola voltou para Elvis, que chutou e o zagueiro tirou de cabeça em cima da linha.

Aos 40, Carlos Eduardo foi fazer um cruzamento e o defensor botou a mão na bola, o árbitro da partida anotou falta. Na cobrança, Alex Maranhão bateu direto e quase fez um belo gol.

O Cianorte segurou o Criciúma até os minutos finais e levou a vaga para ser decidida nos pênaltis.

Pênaltis

A primeira cobrança foi de Richarlyson, que arrematou no canto esquerdo e balançou as redes. A primeira do Tigre foi cobrada por Alex Maranhão, que também marcou.

A segunda do Cianorte foi de Murilo, no canto esquerdo, e Luiz fez a defesa. Pelo lado tricolor João Paulo cobrou e perdeu também.

A terceira cobrança foi de Montoya. O visitante bateu no lado esquerdo e anotou. Os donos da casa foram representados por Luiz Fernando. O meia cobrou também no lado esquerdo e balançou as redes.

A quarta cobrança foi de Felipe Gabriel, que bateu no lado direito e deslocou bem Luiz.  Pelo lado do Tigre, Maílson cobrou e fez.

O último pênalti da série foi batido por André Luiz, que marcou no canto direito. Elvis foi bater para o Tricolor e balançou as redes.

As alternadas iniciaram com Arroyo, que cobrou no ângulo direito e fez. Carlos Eduardo bateu e o goleiro João Gabriel fez a defesa, encerrando a série, com a eliminação tricolor. O Cianorte terá pela frente o Internacional (RS) na próxima fase.