Tricampeão da LARM, Brenno Basso é eleito melhor volante do campeonato

Jogador do Araranguá E.C. levantou a taça pela terceira vez seguida, no terceiro clube diferente, e de quebra levou o troféu de melhor da sua posição

Por Rafaela Custódio 12/12/2017 - 17:39 hs

 Tricampeão da LARM, Brenno Basso é eleito melhor volante do campeonato
Foto: Divulgação

A Liga Atlética da Região Mineira (LARM)  já corou muitos craques do futebol catarinense desde sua primeira competição na década de 40. Alguns clubes conseguiram o feito de ser tricampeões. Porém, ser tricampeão como jogador e por três clubes diferentes é algo raro no campeonato amador mais disputado de Santa Catarina. O cuiabano Brenno Basso, de 32 anos, conquistou esse feito neste ano. Ele levantou a taça pelo Metropolitano, em 2015, Com o Caravaggio, em 2016 e agora, coloca o Araranguá Esporte Clube (AEC) novamente na elite do futebol amador. O AEC ergueu a Taça Carvão Mineral da LARM no último domingo (10) ao vencer o Caravaggio por 2 a 0 com gols de Maykon Viana e Maicon Ermo, já na prorrogação da partida.

Além de ser três vezes campeão, Brenno conquistou o prêmio de melhor volante da competição. A conquista individual veio na noite dessa segunda-feira (11), em cerimônia na Sociedade Recreativa Mampituba. "Estou muito feliz. É o reconhecimento de todo um trabalho. Divido esse prêmio individual com todos aqueles que contribuíram para que tudo isso pudesse acontecer. Especialmente minha esposa e meus companheiros da família AEC", comemora.

Atualmente, Brenno é destaque no futebol amador, mas já possuiu um currículo extenso no futebol profissional. Revelado pelo Cuiabá Futebol Clube, ele se profissionalizou no Avaí no ano de 2006, na cidade de Florianópolis, onde conheceu sua esposa Vanessa Garlini e se mudou para Siderópolis, terra natal dela. "Vim para cá com minha esposa em 2015 para adiantar um semestre da faculdade de educação física. Em seguida recebi convite do Metropolitano, onde fui campeão da LARM pela primeira vez, e do estadual de amadores. Também no mesmo ano recebi um convite para dar aulas na escolinha de futebol do Projeto Social de Siderópolis e na categoria sub-11 do Criciúma Esporte Clube. Foi então que decidi encerrar minha carreira profissional e me dedicar aos estudos", relembra o técnico, que este ano foi campeão do regional da LUD com os meninos do Criciúma.

Apesar de ter encerrado a carreira de jogador profissional ainda cedo, Brenno não se arrepende das decisões que decidiu tomar. "Foi uma 'aposentadoria' precoce, porém muito bem pensada. Nenhuma frustração ficou. Estou convicto do que escolhi e estou muito feliz dessa maneira. Realizado pessoalmente e profissionalmente", destaca o atleta.

O melhor volante da competição diz que apesar de nada estar certo para a próxima temporada, sua vontade é permanecer no Araranguá, e assim, tentar seu quarto título consecutivo da LARM. Mas sua conquista maior em 2018 será o de colar grau como profissional de educação física. "Estudo muito sobre o esporte para estar sempre atualizado nos treinamentos das categorias de base. Quero estar preparado quando desafios maiores surgirem. Meu objetivo é ser treinador profissional", afirma.

Colaboração: Celso da Luz